A entrevista é do jornal grego “To Vima” e foi dada ao crítico de cinema Giannis Zoumboulakis.

A culpa é do rotulado de pálido, fora deste mundo de vampiros que o acompanha. Eu não sei o que eu esperava de Robert Pattinson, mas o que eu tive por perto foi um comportamento totalmente aterrado, um sorriso quente (talvez um pouco tímido demais), uma gentileza inerente. Pattinson foi no Festival de Cannes por “Cosmópolis” de David Cronenberg, um filme onde ele deu seu desempenho mais exigente, o que ele admitiu não saber como lidar com de primeira.

Ele pede água mineral. Ele é imediatamente questionado sobre sua próstata. Não é uma pergunta aleatória – de próstata está ligado à parte de Pattinson em “Cosmópolis”. “Eu gostaria de saber”, o ator diz (depois de um tempo) quando ele percebe a razão pela qual se pede isso “anatomicamente indiscreta” pergunta. “Eu tenho que examiná-lo. As pessoas dizem que é muito importante -. Todo mundo fala, eu nunca entendi o que exatamente é próstata.”, Comenta.

Crepúsculo de Cronenberg

Quando David Cronenberg enviou a Pattinson o script de “Cosmopolis”, o jovem ator estava nos últimos dias de filmagem do último filme da saga, intitulado “Amanhecer: Parte 2″, que estréia na Grécia em novembro. “Eu li o roteiro de David e eu não tenho vergonha de dizer que eu não entendo uma única coisa, mas eu admito que foi muito legal, muito assustador e muito estranho.” Pattinson chamou Cronenberg para dizer que ele não estava pronto para desempenhar o papel – principalmente porque ele não conseguia entender o que era. “Não há problema” Cronenberg disse: “Eu realmente não sei do que se trata, mas parece suculento -.? Não é mesmo” Pattinson foi incentivado. “Eu pensei que, nestas circunstâncias, poderíamos ter um bom começo. Então decidimos ir até o fim.” Escrito por David Cronenberg, “Cosmópolis” é baseado no romance de Don De Lilo, que tem o mesmo título e descreve um dia na vida do jovem multimilionário Eric Packer (Pattinson) dentro de sua limusine branca enorme. Todas as coisas começam a partir do desejo de Eric ter um corte de cabelo no salão do barbeiro do seu velho bairro. Em seu caminho até lá, ele vai parar muitas vezes no inferno de Nova York, reunir dezenas de pessoas e, finalmente, mudar a maneira como ele vê sua vida.

Constantemente hipnotizados

Eu perguntei a Pattinson o motivo dele não conseguir entender o script “Olha, eu dei-lhe a alguns amigos e pessoas que eu conheço, a fim de lê-lo, e todos eles perguntaram:” Que diabos é isso? “Eu acho que de alguma forma estava incapaz de compreendê-lo, porque eu não tinha conta de que minha atuação seria baseada exatamente lá. Porque a minha parte, de Eric, simplesmente não entendi. Ele está em busca de uma nova e melhor realidade. Então, se você colocar-se em um mundo onde você não entende nada e tudo parece estranho, então você vê que faz sentido “. Mais tarde, durante as filmagens, Cronenberg foi constantemente parado sempre em alguma cena que Pattinson tentava agir e fingir que entendia o que estava acontecendo. “David não queria isso. Ele queria que eu estivesse hipnotizado constantemente.”

Gostaria de saber se Robert Pattinson já se sentiu como Eric Packer, que tenta evitar todas as coisas que ele considera louco. Desde que os filmes de Crepúsculo catapultaram Robert Pattinson para o estrelato e agora é perseguido pelos paparazzi e como qualquer estrela de raça pura é incapaz de encontrar a paz. Ele já sentiu a necessidade de ficar longe de tudo isso? “Isso não tem a ver com o mundo que o rodeia, mas com o mundo dentro de você, Você sente a necessidade de ficar melhor e o problema é que você pode prender-se por isso que eu me senti aliviado para jogar em” Cosmopolis “, porque eu não tenho que pensar. Como eu disse que eu estava hipnotizado. “Cosmopolis” foi uma boa terapia e eu tenho sorte isso vai continuar. Muitas peças semelhantes continuam chegando “. Eu entendo ele. E eu sei que ele está dizendo a verdade.

Estrela na primeira mordida

Robert Pattinson tornou-se “o emocional” durante a noite, vampiro, pensativo introvertido que tem a capacidade de roubar corações, bem como um ícone pop para milhões de adolescentes em todo o mundo. Para ser sincero cinema não tem um vampiro de vanguarda como ele. Eu estava sempre querendo saber o que acontece depois de um tempo com Pattinson/Cullen. Alguns acreditavam que através de Pattinson, Edward Cullen se tornou um símbolo para os atuais rebelious jovens. Muitas coisas foram escritas para o ator que nasceu em 13 de maio de 1986 em Londres, embora tente ser discreto sobre sua vida.

A “Rolling Stone” deu-lhe o título de ator mais quente em 2008. Ele estava na lista de estrelas da fuga do Los Angeles Times e Forbes entre 100 celebridades mais poderosas, bem como lista Popular de estrelas mais sexy. “Eu sempre acreditei que é bom ter a segurança de um emprego permanente – outro filme de Crepúsculo, por exemplo”, disse Pattinson. “Eu não estou tão certo eu sinto o mesmo agora a série está acabando. Eu não sei se a segurança é uma coisa boa. Quando você tem uma atitude de tudo ou nada em cada coisa que você faz, você tem mais chances de fazer o seu trabalho bem e se divertindo ao mesmo tempo. Quando você parar de pensar em segurança, muitas coisas boas “. Ou muitas coisas ruins.

Meses depois de Cannes, Kristen Stewart traiu (…). Pattinson não se expôs, apenas permitiu mostrar a sua profunda tristeza. Coincidentemente no mesmo período encontrei com ele em Cannes, Stewart estava lá, bem como para On The Road.

“Saímos ontem à noite e vamos sair hoje à noite também. Não podem esperar. Algumas pessoas dizem que se a Kristen, eu e Efron estamos no mesmo festival é porque falhou. Isso não é engraçado?” Ele ri alto. Tão feliz e divertido, tão apaixonado por sua namorada. Ela é incrível, pronto ambicioso de entender a vida. Ela tem uma atitude que ela não beija bundas das pessoas, ela é respeitada. Eu morreria por Kristen. Ontem eu estava assistindo a seu filme e me senti tão orgulhoso.” Ele menciona que ele foi escrevendo algo para que eles possam trabalhar juntos novamente. Algo muito diferente.” Vai ser difícil e ele vai ter que estar muito à frente no futuro, porque muitas pessoas não vai gostar. Mas eu não me importo. Eu quero que ela. Ela é minha “.

Dali e vampiro

Eu menciono o título de um jornal francês sobre Pattinson, um dia depois do trailer de “Cosmopolis” ser divulgado. “Pattinson era uma estrela até agora. Partir de agora, ele é um ator”. Pattinson ri. Ele constantemente ri durante a entrevista – ele gosta de rir. “É tudo um truque, certo? Quando o trailer Cosmopolis saiu, muitos imediatamente disseram que eu estou fazendo algo diferente. Como você sabe, homem? Um trailer dura apenas 30 segundos e eu nem sequer disser uma palavra. Não estou dizendo que o trailer não é legal, mas como você pode saltar a essa conclusão, uma vez que fala sobre atuar?” Certamente Pattinson não vive em seu mundo. Ele sabe muito bem como o jogo é jogado e como vulneráveis ??famoso pessoas podem ser. “Eu entendo quando do nada você se tornar alguém, você tem que provar isso, você tem que ganhar. Você tem que construí-lo, fazendo coisas pequenas ou grandes. ”

Não é irônico, talvez um pouco paradoxo – que, graças a Crepúsculo, Cronenberg e muitos outros diretores descobriram sobre ele? “É parte do jogo também”, o ator responde: “Eles têm que aprender sobre você de alguma forma. Que eu tinha filmado alguns filmes antes de Crepúsculo, mas eu nem tenho certeza que eu ainda seria um ator se o sucesso Twilight não tivesse ocorrido. David (Cronenberg) afirma que ele gostou da minha atuação quando ele me viu em “Little Ashes” (um filme em que Pattinson retratou Salvador Dali, que não foi distribuído na Grécia) não estava bem pagos antes de Crepúsculo -. 500 sterlines em quatro meses. Quando eu estava filmando “Little Ashes” Eu estava completamente falido. que eu ia parar de atuar e procurar outro emprego. Então veio Crepúsculo “.

“Eu consegui o emprego!”

Edward Cullen era uma loteria para o jovem britânico, quando ele foi lançado aos 22 e ter muito poucos papéis em seu currículo (parte mais importante foi Cedric Diggory em “Harry Potter e o Cálice de Fogo”). A partir do momento Crepúsculo estava fora no final de 2007, a sua taxa disparou. Seus (principalmente feminino), onde os fãs e ainda está pronto para fazer qualquer coisa. Pattinson era esperado para aparecer ao vivo em São Francisco há alguns anos atrás. 500 fãs eram esperados para participar, mas veio 3,000, ocorreram acidentes e a polícia chegou. Uma estrela nasceu.

Pattinson tinha um monte de desgraças antes. Ele se sentiu libertado quando ele foi demitido da peça “The Woman Before”. “Eu consegui o emprego! Legal! Foi a melhor coisa que já me aconteceu! Senti sendo como um rebelde. Fiz isso!” Hoje ele reconsidera. “Foi uma época em que eu não sabia o que eu estava fazendo. Acho que não estava falando alto o suficiente. Besteira demais.”

Fonte – Tradução:  Nana Gimenes – Equipe TTBR